Economia

Entrada do Balneário do Paredão, um dos principais pontos turísticos de Lavras do Sul.

A economia de Lavras, que originalmente se baseou na mineração do ouro e outros materiais, hoje apresenta uma base diversificada.

A principal atividade econômica de Lavras na atualidade é a pecuária, onde apresenta um grande destaque na produção de bovinos e ovinos, na producao de couro, lã e carne de ovelha. A carne de ovelha, aliás, é bastante apreciada na cidade, muito presente nos churrascos e no cardápio das refeicões lavrenses. No menu a direita, apresentamos maiores informacões sobre o setor pecuário.

Além da pecuária, podemos citar e descrever outras atividades economicas de relevante importância no município, a saber:

Comércio e serviços: mais de 200 estabelecimentos comerciais, que suprem e atendem a todas as necessidades básicas da populacão do Município;

Turismo: é praticado predominantemente em escala regional (leia mais aqui);

Mineração: Há algum tempo a mineração deixou de ser explorada, muito embora existam pesquisas indicando grandes jazidas de minérios, como ouro, calcário e talco, localizadas no interior do município.

Indústria: No que diz respeito a produção industrial, Lavras do Sul sofre com as dificuldades inerentes a Metade Sul do Estado do Rio Grande do Sul. Há escassez de recursos enviados pelos governos Federal e Estadual, o que dificulta qualquer empreendimento na região. Atualmente, não há nenhuma indústria de grande porte em atividade no município, apenas microempresas e agroindústrias (de compotas e doces típicos e de tecelagem artesanal, por exemplo). Quanto a indústria de doces típicos, alguns projetos para a qualificacão da produção de figo estão em andamento, por conta do SEBRAE. Dois importantes ramos de atividade econômica na cidade é a tecelagem artesanal de lã, executada pela Tecelagem Lavrense, e a produção de doces, por parte da microempresa Sabor da Terra.

A Tecelagem Lavrense utiliza métodos naturais para a coloração das lãs, como cascas de árvores e vegetais. O resultado é a produção de vestuário artesanal, como palas, mantas, toucas etc.

Já a Sabor da Terra trabalha com doces e quitutes típicos e sempre está presente em eventos como o Encontro de Lavrenses (ENCLAV), em novembro, onde seus produtos são apreciados pelos participantes no café campeiro, que é parte integrante da programação deste encontro.

As duas empresas geram renda, emprego e oportunidades a vários lavrenses, além de contribuir para o desenvolvimento econômico do município.

Dados Econômicos

Número de empresas (2004):

* Unidades locais de agricultura, pecuária, silvicultura e exportação: 5 (pessoas ocupadas: 21)
* Indústrias de transformação: 8 (pessoas ocupadas: 9)
* Unidades de produção e distribuição de eletricidade, gás e água (pessoas ocupadas: 12)
* Unidades de construção: 3 (pessoas ocupadas: 3)
* Estabelecimentos comerciais: 187 (pessoas ocupadas: 286)
* Estabelecimentos de alojamento e alimentação: 20 (pessoas ocupadas: 28)
* Estabelecimentos de transporte, armazenagem e comunicações: 5 (pessoas ocupadas: 12)
* Estabelecimentos de intermediação financeira: 2
* Estabelecimentos de atividades imobiliárias, aluguéis e serviços as empresas: 19 (pessoas ocupadas: 42)
* Serviços de administração pública, defesa e seguridade social: 7 (pessoas ocupadas: 345)
* Serviços de Educação: 3
* Serviços de Saúde: 9
* Outros serviços: 35 (pessoas ocupadas: 40)

Arrecadação de tributos (1998)

* Federais = R$ 397.963,00
* Estaduais = R$ 285.862,38
* Municipais = R$ 202.942,78

Produto Interno Bruto (em US$)

* 1982: 14.872.026,00
* 1990: 21.139.399,00
* 1995: 33.056.421,00
* 2000: 24.203.342,00
* 2005: 28.750.747,52

PIB em reais (2004): R$ 107.214.000,00

PIB per capita (2004): R$ 13.853,00

Valor adicionado na agropecuária (2004): R$ 76.321.000,00

Valor adicionado na indústria (2002): R$ 88.777,00

Valor adicionado nos serviços (2002): R$ 30.654.911,00

Tipo de organização agrária: A utilização da terra na Região do Alto Camaquã (classificada como tipo 8), caracterizase pela pecuária bovina e ovina. As propriedades onde ocorre a criação destes animais, quase sempre destinados ao abate, são grandes estabelecimentos rurais, onde o proprietário as explora diretamente. (Fonte: GEOGRAFIA do Brasil – Região Sul. Rio de Janeiro: IBGE, 1977). De forma simples, o autor elaborou o mapa com a localização da Região a seguir. No entanto, esses dados também correspondem a atual classificação regional de Lavras do Sul, ou seja, a Região da Campanha.

Agricultura: A agricultura é relativamente significativa no município, porém tem menos projeção estadual do que a atividade pecuária e atende muito mais ao mercado interno do que a agroindústria e a exportação. Os principais cultivos são o arroz, a soja, o milho, o trigo e o amendoim. Existem, ainda, focos de fruticultura, na sua maioria em pequena escala, onde são praticadas culturas como pêssego, uva, laranja e figo. As plantações predominam no Segundo Distrito (Ibaré).

© 2018 - Murilo de Carvalho Góes