ESTATÍSTICAS


ÍNDICE


Exemplos de dados estatísticos

A seguir, vamos mostrar e analisar alguns dados estatísticos relacionados a Lavras do Sul. As informações foram retiradas do software Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, distribuído gratuitamente pelo PNUD (Plano das Nações Unidas para o Desenvolvimento Humano) e que pode ser baixado, clicando aqui. Os dados retirados desta fonte englobam até o ano 2000, mas uma nova pesquisa deste gênero poderá ser lançada até o ano de 2012.

Superfície: Lavras do Sul é o 22° maior município do RS em área, com cerca de 2 600 km2.

Educação: em 1991, 64,95% dos estudantes lavrenses frequentavam a escola, número que subiu consideravelmente em 2000, alcançando o patamar de 86,32%. Em 1991, 81,64% da população era alfabetizada. Em 2000, este número chegou a 87,84%. Na atualidade, os indicadores educacionais do município são satisfatórios.

Bens de consumo e características dos domicílios: nas décadas de 1980 e 1990, os brasileiros, sobretudo os de baixa renda, passaram a ter mais acesso a bens e produtos domésticos, de vestuário, alimentícios, móveis, eletrodomésticos e eletroeletronicos. Lavras apresenta grande disponibilidade de compra e venda de produtos e serviços há mais de 20 anos. O acesso aos bens de consumo pela população de massa, porém, se consolidou nos Anos 1990.

Em 2000, Lavras apresentava os seguintes índices sobre bens de consumo no total de domicílios:

• Banheiro e água encanada: 87,22%
• Carro: 33,83%
• Energia elétrica – com geladeira: 83,88%
• Energia elétrica – com televisor: 88,45%
• Energia elétrica: 92,74%
• Computador: 4,46% (segundo o autor do site, já é possível estimar em cerca de 10% o percentual de domicílios com este item, em janeiro de 2009)

Segundo dados de 2000, 36,36% dos lavrenses possuem pelo menos três desses itens citados na lista em seu domicílio.

A coleta de lixo em Lavras chega para 94,67% dos domicílios em 2000, contra 86,84% em 1991.

As facilidades para o acesso a linhas de telefone fixo, oferecidas no final da década de 90, bem como as mudanças ocorridas no setor de telefonia fixa nesse período, foram os fatores determinantes para um aumento de quase 200% no índice de domicílios com um aparelho telefônico em Lavras (de 6,68% em 1991, para 17,25% no ano 2000). Possivelmente, em 2009, mais de 30% das residências lavrenses possuem telefone.

Em 2000, 72,20% dos habitantes vivem em domicílios e terrenos próprios e quitados (totalmente pagos), e 14,29% dos lavrenses vivem em residências que apresentam uma densidade além de duas pessoas por dormitório.

Dados populacionais e demográficos: a população urbana de Lavras do Sul apresenta mais de 5 mil habitantes em 2009 (mais de 60% do total). Em 2000, eram 4 828 habitantes e, em 1991, 4 812. Na zona rural, são menos de 3 mil em 2009; em 1991, 4 018 lavrenses vivam no campo, número que caiu para 3 281 pessoas em 2000.

A taxa de urbanização cresceu 9,25% de 1991 para 2000 (54,50% para 59,54%, respectivamente). A população de Lavras representa 0,08 do total do RS.

A expectativa de vida ultrapassa 70% na década de 2000 (70,67% para ser mais exato); em 1991, estimava-se que um lavrense, em média, pudesse viver um pouco mais de 65 anos. A taxa de fecundidade se mantém estável (2,8 filhos por mulher em 1991 e na virada do milenio).

A mortalidade infantil (mortes até 1 ano de idade por 1000 nascidos vivos) caiu de 31,2% em 91, para 19,8% em 2000. Em 2006, o índice caiu ainda mais: 10,87%. A queda acentuada nesses índices se dá pela melhoria das condições de saúde do município, da qualidade de vida dos moradores e da intensificação dos diversos programas de saúde.

Desigualdades de renda: assim como a maior parte do Brasil, Lavras apresenta grande desigualdades de renda entre a sua população. Se em 1991, os 10% mais ricos da população lavrense concentravam 53,04% da renda apropriada, esse número, em 2000, caiu para 45,87%. Entretanto, é bom salientarmos que os 20% mais ricos detém, no ano 2000, 62,3% da renda total. Os 20% mais pobres tem apenas 3,2% da renda apropriada no ano 2000 (índice que, em 91, era ainda menor: 2,9%).

Os 80% mais pobres da população detinham, em 1991, 30,79% da renda. Em 2000, eram 37,71%.

A renda per capita média por habitante era, em 91, de R$ 199,00. Em 2000, chegou a R$ 232,70.

Dados sobre nascimentos (FONTE: Rio Grande do Sul. Secretaria da Saúde. Núcleo de Informações em Saúde. Estatísticas de Nascimento: nascidos vivos 2004. Porto Alegre, 2005.).

Vamos mostrar, para fins demosntrativos, dados sobre natalidade no Município, obtidos pela Secretaria da Saúde do RS, no ano de 2004. Lavras do Sul, que está inserida na 7º CRS (Coordenadoria Regional de Saúde), com sede em Bagé, apresenta os seguintes dados:

  • 100 nascimentos - 99 deles no Hospital
  • 48% do sexo masculino, 52% do sexo feminino
  • Peso médio dos bebês ao nascer de 3.153,8 gramas
  • 39% dos bebês nasceram com peso abaixo de 3 kg
  • 6% dos partos foram prematuros (de até 36 semanas); 94% ocorreram de 37 a 41 semanas de gestação
  • Apenas 4% do total de partos foram de gravidez dupla (gêmeos)
  • 62% dos partos foram normais; 38%, foram cesarianas
  • Consultas do pré-natal durante a gravidez: 2% das mães não realizaram; 17% das mães realizaram de uma a 3 vezes; 32% das mães, de 4 a 6 vezes; e 49% das mães tiveram 7 ou mais exames
  • Idade da mãe nos partos: 24% - até 19 anos; 64% - entre 20 e 34 anos; 12% - entre 35 e 49 anos
  • Grau de instrução da mãe: 0 ano de instrução - 2%; de um a 3 anos de instrução - 13%; de 4 a 7 anos de instrução - 39%; de 8 a 11 anos de instrução - 32%; e com 12 ou mais anos de instrução - 14%
Planilhas de dados estatísticos

Conheça, nos links abaixo, planilhas com dados básicos, nas mais diversas áreas, do município de Lavras do Sul.

As fontes são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Fundação de Economia e Estatística (FEE-RS) e de órgãos govenamentais e públicos federais, estaduais e municipais.

AGROPECUÁRIA


AMOSTRAS POPULACIONAIS


ASSISTÊNCIA MÉDICA


BANCOS


EDUCAÇÃO


EMPREGO


EMPRESAS


ENERGIA


ETNIAS


FINANÇAS


FROTA


IDH


LAVOURAS PERMANENTES


LAVOURAS TEMPORÁRIAS


NASCIMENTOS


OBITOS


PECUÁRIA


PIB


POLUIÇÃO


PRODUTOS DIVERSOS


SAÚDE


SÍNTESE GERAL


VALORES DO PIB


2017 - Murilo de Carvalho Góes - Todos os direitos reservados