Arquivo para abril, 2013

ESPORTE E LAZER: Resultados da Rodada do Campeonato Municipal de Futebol de Campo de 28/04

30 de abril de 2013 23:070 comentários

Resultado da rodada do dia 28 de abril:

TM Sports 6 x 2 Vasco
Ibaré 9 x 1 Bar do Vitor A

Próxima rodada – 05 de maio

14h Tabuleiro x Dr. Bulcão
16h Ughine x São Sebastião

FONTE: Jorginho Biaggi

CULTURA: Apresentação do Circo Alegria Popular na noite de hoje (30/04)

CULTURA: Apresentação do Circo Alegria Popular na noite de hoje (30/04)

Ingressos: R$ 7,00 adulto e R$ 5,00 Infantil
FONTE: Rádio Local FM (Facebook)

EVENTOS: Almoço de confraternização no Dia do Trabalho

Amanhã a Associação dos Servidores Municipais estará promovendo a já tradicional confraternização entre os associados, com um almoço na sua sede.

FONTE: Rádio Local FM (Facebook)

RURAL: A ovinocultura em Lavras do Sul

RURAL: A ovinocultura em Lavras do Sul
A pecuária ovina, após passar por um momento de redução da produção de rebanhos e derivados nos anos 1990, volta a ocupar destaque na pecuária gaúcha e nacional, devido aos incentivos e às melhorias realizadas no tocante às técnicas e aos investimentos no setor. 

Segundo dados da Pesquisa Pecuária Municipal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), baseados no efetivo dos rebanhos contabilizado no dia 31 de dezembro de 2011,  o Brasil possui 17.668.063 de cabeças de gado ovino. O Estado do Rio Grande do Sul é o maior criador nacional, com 4.000.297 cabeças, sucedido, em ordem de número de cabeças, pelos estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Piauí e Paraná.

O caso em questão tratará da criação dos ovinos em Lavras do Sul, que é, segundo a mesma pesquisa do IBGE, um dos dez maiores criadores de ovelhas do país. Serão demonstrados aspectos da criação, da produção e das potencialidades desta atividade, essencial para o desenvolvimento econômico do Município, além de desempenhar um importante papel de elemento cultural e tradicionalista lavrense. 


O Município de Lavras do Sul está situado, de acordo com o COREDE, na região da Campanha[1], no Sudoeste do Estado do Rio Grande do Sul, distando 320 km, via rodoviária, de Porto Alegre. Sua sede municipal está localizada através das coordenadas geográficas 53°48’46” latitude Sul e 53°53’42” longitude Oeste. Limita-se com os seguintes municípios: Bagé (sudeste e sul), Dom Pedrito (sul, sudoeste e oeste), São Gabriel (oeste, noroeste e norte), Santa Margarida do Sul, Vila Nova do Sul e São Sepé (norte), Caçapava do Sul (nordeste, leste e sudeste) (Figura 1). Segundo dados do IBGE, para o ano de 2010, possui uma população de 7.679 habitantes, distribuídos em uma área de 2.600 km².

Lavras do Sul localiza-se em uma zona de divisa de dois tipos de paisagens naturais gaúchas: a Campanha, área de campos com leves ondulações, e a Serra do Sudeste, onde há sequências de morros arredondados, com rios cortando-os e vegetação caracterizada por campos com capões de mato; a primeira está localizada na porção oeste do município; a segunda, na porção leste, ocupa a maior parte do município, sendo assim o chamado “planalto de Lavras”. A altitude média da sede municipal é de 277 metros, mas algumas áreas do município podem chegar a mais de 450 metros.

Lavras do Sul é banhada pelo arroio Camaquã das Lavras que, com a junção de outros arroios, forma o rio Camaquã, que corre pela porção centro-sul do Estado, desembocando na Laguna dos Patos e possuindo mais de 300 kmde extensão. Esse arroio é muito importante para o município, pois além de apresentar diversos tipos de minerais e rochas, também contribui para o turismo – parte do arroio serve como balneário no verão, denominado Praia do Paredão, na sede municipal. Este balneário é assim denominado pelo fato de o arroio banhar um cerro (morro) em forma de uma parede de um tamanho razoável, sendo localmente chamado de Paredão. Neste balneário, como em outros espalhados pelo município, a maioria deles afastados da sede municipal, há ocorrência de diversas rochas e minerais que podem ser encontrados na areia. O clima da região é frio e úmido de maio a setembro, com verões não muito rigorosos.

O Município teve origem na mineração, já que possuíra importantes jazidas de ouro, que atraíram mineradores, espanhóis, índios e bandeirantes paulistas. O povoamento efetivo começou, provavelmente, em 1825. Aorigem do nome do município é baseada na exploração do ouro. Teve sua emancipação efetivada em 09 de maio de 1882, desmembrando-se de seu município de origem, Caçapava do Sul. Tornou-se cidade em 1938. Atualmente, a pecuária é a principal atividade econômica, já que as reservas de ouro se esgotaram, embora existam depósitos de ouro de aluvião nos rios da região e em minas subterrâneas no interior do município, sendo, assim, jazidas ainda não exploradas.

O objetivo geral da presente pesquisa é descrever os aspectos gerais e básicos da ovinocultura lavrense, sendo utilizados métodos quantitativos e qualitativos, com o objetivo de destacar o que é percebido pelo indivíduo no espaço e descrevê-lo com um todo. O autor deste trabalho analisou, através de observações pessoais, saídas de campo, mapas, imagens de satélite, anotações e fontes bibliográficas, o ambiente natural do território de Lavras do Sul.

As observações pessoais foram frutos de anos de visitação ao Município, uma vez que o autor possui vínculo familiar e afetivo com o mesmo.

Resultados obtidos da pesquisa
O Município de Lavras do Sul, bem como as demais áreas do Sudoeste Rio-Grandense, apresentam condições favoráveis à criação de ovinos. O clima temperado, as pastagens e os sistemas rurais predominantes propiciam uma rentabilidade na produção de lã, carne e derivados dos animais.

Os ovinos – popularmente denominados ovelhas – são animais de importância econômica bastante relevante para a Microrregião da Campanha Meridional e as demais microrregiões do Sudoeste Rio-Grandense. Em 2000, segundo o IBGE, foram contabilizadas  mais de 2,6 milhões de cabeças, de um total estadual de 4,8 milhões, mais da metade do efetivo de rebanhos ovinos existente no Rio Grande do Sul.

Especialmente falando do Município de Lavras do Sul, o efetivo de rebanhos apresentou variações no número de cabeças contabilizadas, desde o início da Pesquisa Pecuária Municipal, promovida pelo IBGE a partir de 1974. Naquele ano, o número de  cabeças de ovinos era de 277.174.

No quadro 1, observamos a evolução do efetivo do rebanho ovino lavrense, através de dados da Pesquisa Pecuária Municipal, de alguns anos selecionados.
EVOLUÇÃO DO EFETIVO DO REBANHO OVINO
 EM LAVRAS DO SUL/RS
ANO
NÚMERO DE CABEÇAS
1974
277.174
1980
270.714
1984
272.735
1989
350.262
1993
482.771
1995
567.374
1998
106.670
2000
110.649
2003
133.626
2007
144.785
2011
155.160
Fonte: IBGE – Pesquisa Pecuária Municipal

Analisando o quadro 1, podemos observar que a criação de ovinos no Município de Lavras do Sul, foi crescente até 1995, sofrendo uma significativa queda a partir dos anos seguintes, passando de quase 570 mil cabeças para apenas 106 mil cabeças no ano de 1998. Nos últimos anos, ocorreu o crescimento do rebanho, porém menos acelerado do que o apresentado entre 1974 e 1995. Segundo a Pesquisa Pecuária Municipal de 2011, o Lavras do Sul apresenta 155.160 cabeças de gado ovino, número quase quatro vezes menor do que há vinte anos.

Algumas das causas para a redução do efetivo do rebanho ovino, inerentes não apenas à Lavras do Sul, mas também aos três estados da Região Sul do Brasil são as seguintes:

a)      A queda da produção de lã no centro-sul do Brasil, ocasionada pela alta do preço da fibra da lã no mercado externo, promovendo o crescimento da agricultura e a diminuição da população de ovinos nas regiões tradicionais de criação;
b)      A modificação da estrutura dos rebanhos – em outras épocas, 35% das propriedades eram compostas por capões[3];
c)      Tradicionalmente, houve fragilidade de integração entre os segmentos “produção-comercialização-industrialização”, que possibilite ao setor primário definir seus objetivos, para a obtenção de produtos orientados às exigências da indústria e do consumidor[4].
Outras causas da diminuição do rebanho ovino no Sul do Brasil são relacionadas ao agronegócio e à introdução de raças europeias nos campos brasileiros:
Nas últimas duas décadas têm sido introduzidas raças de origem europeia especializadas na produção de carne. Presentemente, estas raças têm sido empregadas em cruzamentos com as especializadas na produção de lã, havendo preocupação em sistemas desordenados de produção que desvalorizem a qualidade da fibra De uma maneira geral, a carne ovina, explorada em base a sistemas extensivos de produção (sob campo nativo, com lotação inadequada devido à falta de manejo dos recursos naturais), é de qualidade insatisfatória, porém, já existe produtores especializados na produção de carne de qualidade dirigidos a nichos de mercados exigentes.[5]
Agora, em novo crescimento no número de cabeças, a criação ovina do Rio Grande do Sul ultrapassa os 4 milhões de cabeças no ano de 2011. Adaptados naturalmente à topografia, ao clima e à morfologia do Estado, geograficamente os ovinos gaúchos estão concentrados notadamente nas Mesorregiões do Sudoeste e Sudeste Rio-Grandense,  com 52,3% e 21,7%, respectivamente da população, totalizando cerca de 3,6 milhões de ovinos, segundo dados da Pesquisa Pecuária Municipal do ano 2000 do IBGE. Santana do Livramento é o município gaúcho com o maior rebanho ovino: 433.650 cabeças, segundo o IBGE em 2011.

Atualmente, os produtos derivados de ovinos ganham cada vez mais destaque na mesa e no vestuário dos gaúchos. Lavras do Sul possui um excelente potencial para a produção de peças artesanais de lã ovina, carne, linguiça e derivados de ovelha. O animal é parte integrante da cultura lavrense, sendo encontrados diversos acessórios, vestuários, pelegos, artesanatos, etc., todos elaborados a partir da lã.

A pecuária ovina lavrense passou a ganhar ainda mais destaque com a realização da OvinoFest, que foi realizada entre os dias 26 e 28 de abril de 2013, no Parque de Exposições do Sindicato Rural de Lavras do Sul. O evento mostrou as potencialidades da pecuária ovina e derivados para uma vitrine estadual e nacional.



[1] Municípios que pertencem ao COREDE Campanha em 2010: Aceguá, Bagé, Caçapava do Sul, Candiota. Dom Pedrito, Hulha Negra e Lavras do Sul.
[2] Organizado por: GÓES, Murilo de Carvalho. 
[3] Ovinos machos castrados em tenra idade, que possuem uma lã comprida, colorida, densa e livre de efeitos negativos da gestação e da lactação os quais sofrem os produtos da fêmeas de cria, em criação extensiva.
[5] Idem.

SOCIEDADE: Projeto Conviver se prepara para o OuroDança

SOCIEDADE: Projeto Conviver se prepara para o OuroDança
FOTOS: Maria Izelia Mendes Silva (Facebook)

DADOS: Os dez maiores criadores de Bovinos do Rio Grande do Sul

DADOS: Os dez maiores criadores de Bovinos do Rio Grande do Sul

Em número de cabeças (FONTE: Pesquisa Pecuária Municipal – IBGE, 2011)

Alegrete – 635.231
Sant’Ana do Livramento 584.048
Dom Pedrito – 407.261
São Gabriel – 402.273
Uruguaiana – 345.713
Lavras do Sul – 344.030
Bagé – 335.932
Rosário do Sul – 335.852
Caçapava do Sul – 259.887
Quaraí – 259.699

ESPAÇO SOCIAL: Apae Lavras do Sul

ESPAÇO SOCIAL: Apae Lavras do Sul

MEMÓRIA: Bilhete de Loteria com o Brasão de Lavras do Sul (1993)

MEMÓRIA: Bilhete de Loteria com o Brasão de Lavras do Sul (1993)

FONTE: Casa de Cultura José Néri da Silveira / Hurben Delabary Severo (Grupo OSDELAVRAS no Facebook)

EDUCAÇÃO: Escola Estadual Licinio Cardoso completa 58 anos na próxima quinta-feira

29 de abril de 2013 22:390 comentários
EDUCAÇÃO: Escola Estadual Licinio Cardoso completa 58 anos na próxima quinta-feira
FONTE: Rádio Local FM (Facebook)

Telefones Úteis

CÓDIGO DE ÁREA: 55
Farmácia Agafarma = 3282 1391 – 99971 5312
Farmácia Nicola = 3282 2100
Brigada Militar = 190; 3282 1070
Bombeiros = 193
Corsan = 3282 1601
Hospital = 3282 1084; 3282 1090; 3282 2225
Rodoviária = 3282 1777
Rodoviária (plantão) = 99948 2716
Defensoria Pública = 3282 2196
Correio = 3282 1399
OAB = 3282 1044
CEEE = 3282 1139; 3282 1436
Delegacia de Polícia = 3282 1329; 3282 1084
Posto de Saúde = 3282 1339
Posto de Saúde Olaria = 3282 1072
Posto de Saúde Promorar = 3282 2050
Prefeitura Municipal = 3282 1244; 3282 1266
Presídio Municipal = 3282 1138
Fórum = 3282 1309
Sec. de Educação = 3282 2283; 3282 1008
Sec. de Obras = 3282 1287
Sec. de Saúde = 3282 1339; 3282 2245
Secretária de Turismo = 3282 1239
Tabelionato de Registros Públicos = 3282 1233
SAMU = 192
CRAS – Centro de Referência de Assistência Social = 9 9634 4303
Conselho Tutelar = 9 9613 0436
Táxi Praça Licínio Cardoso = 3282 1133

Hospedagem e Alimentação

OPÇÕES DE HOSPEDAGEM

* Hotel Central – R. Dr. Pires Porto, 233 – (55) 3282 1839 / 9 9699 6069
* Pousada La-Bella – R. Dr. João Bulcão, 94 – (55) 9961 3514 / 9 9966 5011 – Facebook: Hotel Pousada La-Bella
* Pousada Terra do Ouro – R. Dr. Pires Porto, 216 – (55) 3282 1125 /9 9621 7742 – www.hpterradoouro.blogspot.com / hp.terradoouro@gmail.com
* Pousada Raio de Sol – R. Dr. Pires Porto, 643 – 3282 1039 / 9 9968 3239 – www.pousadaraiodesol.net
* Camping Municipal Zeferino Teixeira – R. Glenio Peres s/nº – (55) 3282 1239 – turismodelavrasdosul@outlook.com
* Propriedade Rural São Miguel Arcanjo – Estrada São Domingos, 5 km do Centro – (55) 9 9971 5312 – aga334@agafarma.com.br
* Solar do Pampa - R. Maria Barcelos, 158 - (55) 3282 1441 / 99646 8545 - fernanda_munoz@yahoo.com.br
* Residencial São Miguel Arcanjo - Cel. Galvão, em frente à rodoviária - 55 99963 72 95 e 55 99971 53 12.
* São Marcos Turismo Rural - Estrada Bagé-Lavras, Km 52 - (53) 9 9959-8919
OBSERVAÇÃO: Valores médios das diárias, dependendo do estabelecimento, entre R$ 50 e R$ 230.


OPÇÕES DE ALIMENTAÇÃO

* Churrascaria Center – Av. Nove de Maio, 260 / (55) 3282 1067
* Telúrica Bar – Praça Licínio Cardoso, 12 – (55) 3282 1356
* Rodogril – Av. Coronel Galvão, anexo à Rodoviária – (55) 3282 1777 / 99985.6468
* Lanches da Renata – (55) 99142-7852 / 99615 9432 / 3282 1903
* Restaurante Central – R. Dr. Pires Porto, 233 – (55) 3282 1839
* Brother’s Pub – Praça das Bandeiras – (55) 3282 1729
* Parada Lanches – Rua Borges de Medeiros, 99 – (55) 3282 1464
* Miriam Lanches – Praça das Bandeiras, (55) 99992 3899
* Lancheria Terra do Ouro – Av. Cel. Galvão, 520 – (55) 3282 1289 / 99100 3093 / 99968 3868
* D’Gust Lanches e Pizzas – (55) 99106 1036 / 99630 4542
* Garajão – Av. Cel. Meza, 276 – (55) 3282 2204
* Biroska Lanches – R. Adão Teixeira da Silveira, 1.051 – (55) 99925 8405 / 99977 8207
* Bar do Alex – Rua João Moreira, 19 – (51) 99880-2591 (código de área assim informado na Fan Page)
* Dona Santa Pub – Rua Glenio Peres, 105 – (55) 99956-0386
* Lanches da Renata 55 9 96159432;
* Biroska lanches 9 99258405/ 9 99778207;
- Churrasquinho do Gordinho 51 9 97578890;
- Xis das Gurias 51 9 99807011;
- JM lanches 55 9 96453371;
- Padaria São José 55 3282 1387;
- Padaria Santa Sara 55 3282 1404;
- Padaria e Confeitaria Fino Sabor 55 9 97051889;
- Padaria Pão de Mel 3282 1107;
- Mega Bodega 55 9 96383055;
- Padaria MC 55 9 91798771/ 9 96566192;
- Padaria da Lourdes 55 9 96334177.
- Caverna Pub Bar - 55 999 404 660
OBSERVAÇÃO: Preços das refeições, dependendo do estabelecimento, com média entre R$ 18 e R$ 40.

Vídeo sobre Lavras do Sul/RS