POTENCIALIDADES


Lavras do Sul, assim como a Metade Sul do nosso Estado, apresenta sérias dificuldades econômicas. Mas qual seria a razão de um município, que apresenta um excelente potencial para o desenvolvimento de sua economia, estar em uma situação de estagnação, falta de dinheiro e empregos?

Na verdade, colocamos esta pergunta apenas para reflexão, uma vez que o objetivo deste texto não é determinar a causa dos problemas, nem tentar achar culpados para a situação econômica do Município. Nossa proposta é, simplesmente, mostrar que Lavras, já centenária, pode ter um progresso, infra-estrutura e qualidade de vida ainda maiores. Isto é possível, sem sombra de dúvida.

Para os que possam ter dúvidas de que Lavras possa se desenvolver e ser uma cidade cada vez mais próspera, aí vão algumas possibilidades para tal:

a) os rebanhos pecuários de Lavras, sobretudo de bovinos e ovinos, são numerosos. Isso significa que muito negócios neste setor podem ser realizados. As grandes fazendas e as condições naturais possibilitam uma qualificada criação do gado, contribuindo para um investimento de grande porte, como um frigorífico, por exemplo;

b) embora a agricultura seja pouco desenvolvida, o município pode se destacar no setor da fruticultura, que dá origem a agroindústria de doces artesanais, outro ramo no qual o Município pode se destacar.

c) novas ocorrências minerais, localizadas na zona rural, já estão comprovadas, necessitando apenas da elaboração de relatórios de impacto ambiental e da execução dos projetos, a partir de empresas mineradoras, que podem ser privadas ou estatais.

d) o potencial para turismo (rural e natural) faz com que o Município adquira um lugar de destaque na Campanha. Juntamente com Caçapava (que apresenta formações rochosas como a Pedra do Segredo e as Guaritas), Lavras apresenta belas paisagens e formações rochosas, uma bela sua zona rural, as antigas minas e os hotéis-fazendas. Eventos como o Carnaval (que reúnem pessoas de todo o Estado) podem gerar uma enorme quantidade de divisas para a cidade. A bela e movimentada Praia do Paredão, com seu Camping, é outra importante atração turística lavrense. Valem a pena investimentos nessa atividade;

e) as rodovias de acesso a Lavras são, sem dúvida, alternativas estatégicas em direção a Bagé e à Região do Prata (Uruguai e Argentina). Cabe ao Executivo Estadual o asfaltamento da ligação Lavras-Bagé e Lavras-São Gabriel, a melhoria da RS-357, entre outras recuperações, para um escoamento mais eficiente da produção agropecuária, acesso mais rápido a diversos centros urbanos (como Bagé, Dom Pedrito, Livramento, São Gabriel e Pelotas) e turísticos internacionais (Punta del Este, Montevidéu e Buenos Aires) e a atração de empreendimentos industriais e econômicos. O asfaltamento destas rodovias levaria uma significativa melhora na economia de Lavras. Há muitos anos, os prefeitos de Lavras levam ao Piratini, sem uma resposta positiva do Governo Estadual, a proposta de asfaltamento do trecho Lavras-Bagé. É um sonho antigo, difícil, mas não impossível e que pode ser realizado, por que não?

f) a infra-estrutura tecnológica em Lavras cresceu vertiginosamente nos últimos cinco anos. Pessoas de todas as classes sociais e idades tiveram acesso a DVDs, telefonia celular e a internet, e muitos tiveram acesso a TV por assinatura; Estas inovações da tecnologia fizeram com que Lavras se conectasse ao Mundo inteiro.

g) as roupas típicas (trajes de inverno, como palas, mantas e toucas), produzidas a partir de lã de ovelha, e o café campeiro, elaborados de forma artesanal, são mais dois elementos que dão peculiaridade a Lavras, além, é claro, de gerar emprego e renda para diversas famílias. As fotos desta página ilustram a demonstração destes produtos na Expolavras 2008. A mais acima da página mostra o café campeiro, da Sabor da Terra, microempresa que desenvolve comidas típicas da zona rural do município; o café campeiro consiste em um buffet com diversas iguarias típicas das fazendas, bolos, queijos, linguiça, dentre outros quitutes. A foto mais abaixo, representa o desfile de moda da Tecelagem Lavrense, onde a jovem Taciane Rodrigues, uma das modelos participantes, apresenta peças de roupa a base de lã 100% local.

h) ainda sobre a Sabor da Terra, a coordenadora da microempresa, Regina Fernandes, foi premiada na Expointer, em Esteio, no dia 01/09/2008, com um troféu de destaque graças a elaboração dos doces e comidas típicas de seu café campeiro. Isto mostra que Lavras pode ter destaque, sim, em qualquer grande evento, de qualquer magnitude.

Os motivos citados acima nos dão a dimensão de como é possível fazer com que Lavras se desenvolva cada vez mais. Com o aproveitamento dessas qualidades econômicas, mais empregos e renda podem ser gerados. A "Pepita do Rio Grande" pode, com certeza, ser um município de progresso, pujança e desenvolvimento e, ao mesmo tempo, aquela cidade de paz, hospitalidade e tranquilidade, já consagrada por todos os que a conhecem.

TEXTO ATUALIZADO EM: 07/02/2011

2017 - Murilo de Carvalho Góes - Todos os direitos reservados