Clica nas opções dos menus acima e do lado esquerdo, para descobrires diversas informações sobre Lavras do Sul

Sociedade e Cultura

Religião

A população do município é de maioria católica, mas existem significativas e importantes comunidades de evangélicos e de espíritas kardecistas. O padroeiro da cidade é, desde 20 de março de 1829, Santo Antônio, comemorado em 13 de junho (feriado municipal). O principal templo religioso da cidade é a Igreja Matriz de Santo Antônio, que foi erguida em um importante ponto antigo de mineração do ouro. Foi construída em estilo gótico no final do século XVIII e passou por sua última reforma em 1999. Atualmente, apresenta tons em azul e amarelo. Localiza-se junto a praça Licínio Cardoso, na esquina das ruas Santo Antônio e Pires Porto. A gruta de Nossa Senhora de Lourdes, nos altos da cidade, e o Monumento a Santo Antônio, próximo ao Paredão, são outros importantes locais do catolicismo lavrense.

O Catolicismo em Lavras é muito marcante, devido as suas procissões da Sexta-Feira Santa, Corpus Christi e festas religiosas, como as festas juninas e a de Santo Antônio. Atualmente, em 2008, o Padre José Luiz, oriundo de Santana do Livramento e substituto do Padre Ézio, que permaneceu na cidade por mais de dez anos, comanda as missas e os eventos católicos da cidade.

Podemos encontrar na cidade diversas igrejas pentecostais (evangélicas), como a Universal do Reino de Deus, Igreja Internacional da Graça, Deus é Amor, Igreja do Evangelho Quadrangular e Assembléia de Deus. Estas comunidades pentecostais, a exemplo das católicas, também realizam importantes encontros e festas religiosas que reúnem centenas de fiéis, nas quais são cantados hinos de louvor. Nas rádios da cidade, é possível ouvir, esporadicamente, programas de música gospel.

Lavras apresenta, ainda, um dos maiores índices proporcionais de concentração de espíritas kardecistas do País (4,14%, segundo o IBGE, a partir de informações do jornal Zero Hora, de 15 de abril de 2007).

Composição religiosa de Lavras do Sul (IBGE, 2000 e 2006):

* Católicos: 81,83%
* Evangélicos: 6,68%
* Espíritas: 4,17%
* Outras: 0,90%
* Sem religião ou não determinada: 6,68%

Educação

Lavras do Sul possui 18 escolas de Ensino Fundamental e uma de Ensino Médio. Possui ainda algumas creches municipais, uma associação para crianças excepcionais (APAE) e um centro para menores carentes e de reforço escolar (CBEM). Desde 2006, Lavras conta também com o Ensino Superior à distância, provido pela ULBRA. Mas a grande maioria dos concluintes do Ensino Médio que deseja continuar os estudos, acaba por se deslocar para outros centros maiores, como Bagé, Caçapava, Santa Maria ou até mesmo Porto Alegre e Canoas.

O trabalho de alfabetização com uma Primeira Série do Ensino Fundamental dividida em dois anos e está em atividade desde 1984. Podemos dizer, com muita garantia, que Lavras foi um dos municípios pioneiros do sistema de Ensino Fundamental em 9 anos, projeto que só agora, em 2008, entrou em vigor na educação pública brasileira. A criação desse método de ensino na cidade, entretanto, não é citada pela grande maioria dos meios de comunicação, fato bastante lamentado pelas educadoras do município, segundo relatos da professora e diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Profª. Helena Maria Dutra Ferreira, Lélia Rocha, ao editor deste site.

Cerca de 89% da população lavrense é alfabetizada, sendo mais de 6 000 alfabetizados acima de 10 anos de idade.

Relação de Escolas de Lavras do Sul

Escolas Estaduais (zona urbana):

* E. E. E. F. Dr. Licínio Cardoso (Ensino Fundamental)
* Dr. João Bulcão (Ensino Fundamental e Médio)
* E. E. E. F. Bernardo de Medeiros

Escola Estadual (zona rural):

* E. E. E. F. Odessa Petrarca

Escolas Municipais (Ensino Fundamental, zona urbana):

* E. M. E. F. Dr. Cláudio Teixeira Bulcão
* E. M. E. F. Dr. Crispim Raimundo de Souza
* E. M. E. F. Maria Joaquina de Menezes
* E. M. E. F. Profª. Helena Maria Dutra Ferreira
* Creche Municipal Professora Noêmia Nogueira Teixeira

Escolas Municipais (Ensino Fundamental, zona rural):

* E. M. E. F. Aurélia Guterres
* E. M. E. F. Antônio José Antunes
* E. M. E. F. Antônio Martins Jobim
* E. M. E. F. Diógenes Fernandes
* E. M. E. F. Florisbelo Soares
* E. M. E. F. João Abascal
* E. M. E. F. João Araújo A. Bulcão
* E. M. E. F. João Manuel Budó
* E. M. E. F. Jorge Tellier Budó
* E. M. E. F. Pe. José F. Marques

Dados sobre educação (IBGE, 2006):

Estabelecimentos:

* Ensino Fundamental: 15 (2 estaduais e 13 municipais)
* Ensino Médio: 1 (estadual)
* Pré-escola: 12 (2 estaduais, 9 municipais e 1 privada)

Alunos:

* Ensino Fundamental: 1 375 (695 na rede estadual; 680 na rede municipal)
* Ensino Médio: 367
* Pré-escola: 185 (21 na rede estadual; 157 na rede municipal; 7 na rede privada)

Professores:

* Ensino Fundamental: 122 (60 na rede estadual; 62 na rede municipal)
* Ensino Médio: 31
* Pré-escola: 20 (2 na rede estadual; 15 na rede municipal; 3 na rede privada)

Freqüência às creches e escolas (2001): 2 220 alunos

Número de habitantes por anos de estudo (adultos, zona urbana, 2000):

* sem instrução ou menos de 1 ano: 392

* 1 ano: 146
* 2 anos: 133
* 3 anos: 198
* 4 anos: 523
* 5 anos: 176
* 6 anos: 80
* 7 anos: 119
* 8 anos: 191
* 9 anos: 31
* 10 anos: 28
* 11 anos: 282
* 12 anos: 11
* 13 anos: 20
* 14 anos: 24
* 15 anos: 70
* 16 anos: 44
* 17 anos ou mais: 14
* Não determinados: 10

Freqüência Escolar (2000):

* porcentagem de pessoas que freqüentam curso superior em relação à população de 18 a 22 anos: 14,16%
* porcentagem de pessoas que freqüentam o Ensino Médio em relação à população de 15 a 17 anos: 82,51%
* porcentagem de pessoas que freqüentam o Ensino Fundamental em relação à população de 7 a 14 anos: 129,31%

Analfabetismo (2000):

* de 7 a 14 anos: 2,97%
* de 10 a 14 anos: 0,74%
* de 15 a 17 anos: 1,19%
* acima de 15 anos: 12,16%
* de 18 a 24 anos: 4,00%
* acima de 25 anos: 12,91%

Transporte Escolar (2004):

* alunos da Rede Municipal: 105
* alunos da Rede Estadual: 110
* total: 215
* gastos públicos totais: R$ 16.340,00

Centro de Bem Estar do Menor (CBEM)

O CBEM atende cerca de 80 crianças de escolas estaduais e municipais a partir dos seis anos de idade, em turno oposto ao do horário regular de aula. Nele, são desenvolvidas as atividades de cultivo de hortaliças, educação física e reforço escolar, além de servir as principais refeições. Conta com seis monitores e dois professores. Localiza-se na rua João Ricardo Souza, s/nº.

Segurança

Lavras é uma cidade muito tranqüila e segura. Até o início dos anos 90, Lavras do Sul era considerada a cidade mais bem policiada do Estado, com cerca de 1 policial militar para cada 17 pessoas. No entanto, após decisão do governo estadual, grande parte do contingente policial foi realocado, o que acabou defasando o 6º RPMon (Regimento de Polícia Montada) que está estabelecido no município. (Retirado de: Wikipédia, acesso em 20 jan. 2009).

A taxa de homicídios é baixa, os acidentes de trânsito são raros e as ocorrências policiais não são constantes.

A cidade conta com uma delegacia da polícia Civil, um presídio regional e uma unidade da Brigada Militar.

Saude

A cidade dispõe de um hospital (Fundação Hospitalar Dr. Honor Teixeira da Costa, com 36 leitos, segundo dados de 2003, do site RS VIRTUAL) e alguns postos de saúde (um central, um periférico e um no Ibaré). O hospital tem uma estrutura básica para atendimento, porém precária, principalmente para casos mais graves, sendo necessária a transferência dos pacientes para municípios vizinhos ou até mesmo para Porto Alegre.

Entretanto, a Prefeitura Municipal está realizando grandes melhorias nesta área, como a aquisição de novas ambulâncias. Uma delas estava presente durante o Torneio Interblocos (foto abaixo), nos dias 26 e 27 de janeiro de 2008, para atendimento em necessidades de urgência. Além disso, há o trabalho comunitário por parte de agentes de saúde, que realizam assistência a gestantes, nutrição das crianças e saúde preventiva.

Não há a ocorrência de grandes epidemias, nem surtos de doenças. Apesar das limitações do sistema de saúde, o fato da cidade ser tranqüila, a população alimentar-se bem e não sofrer problemas de estresse faz do lavrense um indivíduo saudável. Lavras é uma cidade onde há uma grande quantidade de idosos: muitos chegam facilmente aos 75 anos de idade.

Dados sobre saúde (IBGE, décadas de 1980, 1990 e 2000):

Índices de mortalidade por ocorrência (número de pessoas):

* 2000: 58
* 2001: 55
* 2002: 43

Mortalidade infantil no final do século XX (por mil nascidos vivos):

* 1989: 26,94
* 1990: 26,08
* 1994: 23,64
* 1998: 22,32

Lazer

O lavrense, graças a sua privilegiada qualidade de vida, pode desfrutar de bons momentos de lazer. A cidade possui diversos locais para o lazer e a diversão de seus habitantes e visitantes.

Principais áreas de lazer da sede municipal:

* Balneário do Paredão (Camping Municipal), onde há canchas para futebol de areia e vôlei de praia; neste local, há a realização de eventos esportivos ao longo do verão (foto abaixo).
* Sindicato Rural (onde ocorre a Expolavras);
* Módulo Esportivo Dr. Saraiva (com pista de atletismo de chão batido, onde pessoas praticam caminhadas);
* Ginásio Municipal (onde ocorrem eventos de porte médio, como escolhas das rainhas de eventos, além de aulas de Educação Física de algumas escolas);
* Praça Licínio Cardoso;
* Praça das Bandeiras, onde ocorre a Semana Farroupilha (foto abaixo);
* Estádio Municipal (onde ocorrem jogos de times de futebol amador da cidade, foto abaixo);
* Parque para rodeios (na saída para Bagé);
* Pracinha do Mercado Público Municipal (na Rua Cel. Meza);
* Casas noturnas (principais: Telúrica Bar, Benedito, Casablanca, Bateia);
* Clube Comercial
* Hípica Municipal, na entrada da cidade (foto abaixo);
* Associação dos Cabos e Soldados da Brigada Militar (para festas);
* Associação dos Subtenentes (para festas);
* CTG Lanceiros do Batovi.

Justiça

Na área da justiça, Lavras conta com um prédio inaugurado recentemente, que conta com uma grande ampla sala para a realização de audiências, um júri, um Juizado Especial Cível e outras dependências, como uma sala destinada à OAB e uma Defensoria Pública. Há uma grande tramitação de processos na comarca do Município (no segundo bimestre de 2004, foram 1 623), que podem ser acessados através do sistema de informação Themis.

Lavras dispõe, em 2008, de 23 advogados com registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS) que trabalham na cidade, além de outros que atuam fora do município. A grande expressão da cidade no Direito fez a OAB criar uma subseção, colocando Lavras no patamar de grandes centros urbanos gaúchos na área da advocacia.

A Subseção de Lavras do Sul da OAB/RS localiza-se na Rua Dr. João Bulcão, 07; o telefone/fax é (55) 3282 1366; e o e-mail é lavrasdosul@oabrs.org.br.

Relação de advogados de Lavras do Sul (Subseção OAB/RS):

OBSERVAÇÃO: a listagem apresenta-se com os nomes do advogados em ordem alfabética; antes do nome, está o número de matrícula na OAB/RS; após o nome, o telefone para contato (alguns não têm seu telefone mostrado na fonte pesquisada, que é o site da OAB/RS).

         *46.799 Ana Paula Pellizzer Teixeira
         *17.083 Antonio Tairo Silveira Ribas (55-3282 1755)
         *28.063 Ari Schmitt (55-3282 1293)
         *10.654 Claer Teresinha Machado (55-3282 1968)
         *06.465 Dema Silveira
         *51.053 Eduardo Pires De Rodrigues (55-3282 2131)
         *61.484 Elbio Giovani Ribeiro Silveira (55-3282 2123)
         *12.091 Esoila Teixeira De Oliveira
         *45.432 Felipe Goulart Delabary (55-3282 1458)
         *56.066 Flavia Domenech Silva Delabary (55-3282 1458)
         *10.219 Helio Teixeira (55-3282 1639)
         *72.510 Josiane Figueiredo Bitencourt (55-3282 1927)
         *12.192 Lea Maria Ribas De Brito (55-3282 1376)
         *55.590 Leonardo Krieger Remedi (55-3282 1633)
         *35.345 Lisiane Vilaverde Moutinho (55-3282 1851)
         *32.608 Luiza Helena Rodrigues Bulcao
         *11.141 Maria Helena Pereira Silveira (55-3282 1388)
         *52.122 Marilia Visintainer Giordani Alves (55-3282 1453)
         *40.682 Mario Antonio Mazzini Da Silveira (55-3282 1357)
         *09.299 Nezio Teixeira Munhoz (55-3282 1792)
         *15.404 Paulo Roberto Soares Delabary (55-3282 1268)
         *42.851 Rita Maria Schwarz Teixeira (55-9121 1688)
         *15.727 Vitor Hugo Medeiros Leal (55-3282 1338)

Colaboração para este texto: Rafael Bayard de Carvalho Teixeira.

Política

O município de Lavras é administrado pelo prefeito Paulo Alcides Vidal de Souza (PP), desde 1º/1/2005. Paulinho, como é conhecido, foi reeleito no dia 05/10/2008, sendo o primeiro prefeito reeleito pelo voto popular no Município. A cidade possui nove vereadores. Até 31/12/2008, a Câmara de Vereadores foi composta pelos seguintes nomes (em ordem alfabética):

* Alfredo Maurício Barbosa Borges - PP
* Ari Schimitt - PMDB
* Eduardo Pires de Rodrigues - PSDB
* Fátima Teresa da Rosa Moreira - PP
* Glênio Mazzini Silveira - DEM, antigo PFL
* João Francisco da Cunha Franco - PMDB, presidente da Câmara
* Luciano Pires Machado - PP
* Luiz Mário Alves Moraes - PL, atual PR (Partido da República)
* Sávio Johnston Prestes - PDT

Em 2009, a Câmara Municipal de Vereadores está composta pelos seguintes nomes (eleitos em 05/10/2008, em ordem de número de votos recebidos):

* Cadico La Bella - PP
* Ari Schmitt - PMDB
* Eduardo Pires de Rodrigues - PSDB
* Mário do Ônibus do Ibaré - DEM
* Glênio Mazzini - PTB
* Ricardo Prestes - PDT
* Dedé Borges - PP
* Joel Saraiva - PDT
* Fátima Teresa da Rosa Moreira - PT

Os principais partidos políticos com representação na cidade são o PP, PMDB, PSDB, PFL (atual Democratas [DEM]), PR (antigo PL), PT, PDT, PSB, PTB e PRB. Lavras conta com, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (de 2008), 6 222 eleitores.

Relação de Intendentes e Prefeitos Municipais e suas respectivas datas de posse

Intendentes Municipais

* Manoel Pedro Gomes Jardim - 20/01/1883
* Vasco José de Souza Freitas - 29/01/1883
* Miguel Redozino Meza - 11/02/1885
* Francisco José Teixeira - 08/01/1887
* Ten. Cel. Florêncio Teixeira de Carvalho - 07/01/1888
* Fernando de Freitas Jacobsen - 07/02/1890
* Belarmino Peixoto de Oliveira - 04/11/1880
* Francisco Gonçalves da Silva - 11/07/1891
* Ten. Cel. Florêncio Teixeira de Carvalho - 10/11/1891
* Francisco Gonçalves da Silva - 13/07/1892
* Antônio Martins da Cruz Jobim - 06/12/1892
* Virgílio Julião Barcelos - 30/01/1895
* Dr. Joaquim Bernabé Isaias da Silva Soares - 30/04/1896
* Virgílio Julião Barcelos - 05/08/1896
* Pedro Augusto da Cruz - 1º/01/1900
* Rômulo Carrion Barcelos - 14/01/1900
* Major Samuel José de Souza - 13/02/1903
* Cel. Galvão José de Souza - 03/01/1909
* Bibiano Velho Machado - 29/08/1910
* Dr. Leopoldo Pires Porto - 06/01/1913
* Galdino Teixeira de Carvalho - 10/01/1923
* Belmiro Paulo Guterres - 1º/01/1924
* Dr. Crispim Raimundo de Souza - 03/01/1925
* Narciso Budó - 28/04/1928
* Dr. Gil Samuel de Souza - 15/11/1928

Prefeitos Municipais

Observação: os prefeitos interinos ou em exercício entraram durante os mandatos de outros prefeitos; assumiram o Executivo Municipal na condição de Presidente da Cãmara Municipal.

* Dr. Samuel de Souza - 28/12/1930
* Cap. Antonio de Alencar - 27/11/1932
* Ten. Secundino Rodrigues de Moraes - 1º/03/1934 (interino, por 45 dias)
* Flaubiano Machado Teixeira - 14/09/1935
* Dr. João Araújo de Aragão Bulcão - 17/11/1935
* Dr. Arlindo Ferreira de Souza - 20/10/1936 (interino, por 60 dias)
* Raul Samuel de Souza - 10/12/1937 (interino, por 18 dias)
* Cel. Sérvulo Nicolau de Souza - 27/11/1942
* Pedro da Costa Lima - 14/12/1942
* Belmiro Paulo Guterres - 04/03/1945
* Sílvio Pélico da Luz - 21/11/1945
* Belmiro Paulo Guterres - 04/03/1946
* Ramiro José Machado - 16/09/1946
* Dr. Breno Luchsinger Bulcão - 19/12/1947
* Dr. João Luchsinger Bulcão - 17/02/1948
* Jacinto Gomes Filho - 25/07/1952
* José Adail Lopes Teixeixa - 10/04/1956
* Antônio Paulo Guterres - 23/08/1956 (em exercício)
* Hélio Francisco Fabrício de Souza - 23/09/1956 (em exercício por seis dias)
* Dr. Breno Luchisnger Bulcão - 26/02/1960
* Jacinto Gomes Filho - 28/04/1960 (em exercício)
* Dante Ramiro Teixeira La-Rocca - 13/02/1964
* Alexandre Silveira - 24/11/1966 (interino por uma semana)
* Joaquim Zamir Neves Coirolo - 09/05/1967 (interino por 33 dias)
* Antônio Teixeira La-Rocca - 27/07/1967 (assume alternadamente a Prefeitura)
* Abílio Corrêa Nunes - 05/12/1967 (assume a Prefeitura por 62 dias alternados)
* Joaquim Zamir Neves Coirolo - 11/01/1969 (interina e alternadamente por 36 vezes)
* Dr. Breno Luchsinger Bulcão - 31/01/1969
* Anastácio Machado - 1°/03/1971 (assume interina e alternadamente)
* Adão Teixeira da Silveira - 27/04/1971 (assume por sete vezes alternadas)
* Adão Teixeira da Silveira - 31/01/1973 (assume como prefeito eleito)
* Sady Coelho Mazzini - 12/03/1973 (assume interinamente por 27 vezes)
* Ítalo Bayard La-Rocca Teixeira - 31/01/1977
* Jaudens Machado - 07/03/1977 (assume o cargo de prefeito por vários períodos)
* Adão Teixeira da Silveira - 31/01/1983
* Dr. Cláudio Teixeira Bulcão - 06/04/1983 (assume a Prefeitura por seis vezes alternadas)
* Gaspar Paraguassu Teixeira da Silveira - 03/02/1986 (assume a Prefeitura por duas vezes)
* Cláudio Teixeira Bulcão - 19/02/1986 (assume a Prefeitura em razão da morte de Adão Teixeira da Silveira)
* Tauro Itaúba de Bem - 02/02/1987 (assume interinamente por três vezes)
* Ítalo Bayard La-Rocca Teixeira - 02/01/1989
* Arisitdes Saul Teixeira Costa - 1º/01/1993
* Ítalo Bayard La-Rocca Teixeira - 1º/01/1997
* Aristides Saul Teixeira Costa - 1º/01/2001
* Paulo Alcides Vidal de Souza - 1º/01/2005

Cultura

O lavrense é, com certeza, um apaixonado por sua terra. Mesmo morando distante, não perde o orgulho de ter nascido na cidade.

A cultura gaúcha está muito presente nos hábitos e costumes do povo de Lavras.

O hábito de andar a cavalo, a realização de rodeios (foto acima), o consumo de carne de ovelha, a sesta após o almoço e os bailes do CTG Lanceiros do Batovi são alguns exemplos que ilustram esta afirmação.

O CTG Lanceiros do Batovi (foto abaixo), que está inscrito na 18ª Região do Movimento de Tradicionalista Gaúcho, conta com restaurante típico com buffet e realiza constantes bailes. Está localizado na Avenida Coronel Galvão, próximo à entrada do cemitério (entrada secundária da cidade). Foi inaugurado em 11 de junho de 1972 e realiza um grande trabalho de cultivo das tradições gaúchas, proporcionando o incentivo do tradicionalismo aos jovens.

Além disso, o lavrense possui um sotaque característico que o diferencia das demais regiões do Estado, utilizando um "e" carregado (exemplos: "Eu sou 'dê' Lavras", "Tudo 'dê' bom para ti"). Esses fatos estão ligados à influência da colonização espanhola na região no século XVIII e à proximidade do município com os países platinos e de língua espanhola, como o Uruguai.

As atividades artísticas e culturais (teatro, cinema etc.) acontecem esporadicamente, já que não há um local específico e de grande porte para esses eventos.

No início dos anos 2000 foram realizados eventos como a apresentação da peça de teatro "Rádio Esmeralda" e a exibição, na Praça Licínio Cardoso, do curta-metragem "Melancia e Coco Verde", produzido pelo projeto Roda Cine e pela TVE-RS e totalmente rodado no município, contando inclusive com artistas e figurantes locais em seu elenco.

O circo argentino Bremer (foto abaixo) passou pela cidade em 2005, fazendo grande sucesso entre as crianças.

O principal centro cultural da cidade é a Casa de Cultura José Néri da Silveira, que conta com biblioteca, museu e exposições com fotografias e objetos antigos que contam a história de Lavras.

Durante o ano todo, há a realização de shows de bandas e artistas regionais nas casas noturnas da cidade.

Companhia de Dança de Lavras do Sul

Dirigida por Ana Coiro e Maria Alice Severo, a Cia. de Dança de Lavras do Sul realiza atividades de danças folclóricas e tradicionalistas, participando e representando o Estado em vários festivais de folclore no Brasil e no Exterior, em países como Alemanha, Bélgica, Suíça e Holanda. Foi o grupo de dança folclórica representante do Estado no desfile da Mangueira, no Carnaval Carioca de 2001. O grupo possui monitores, grupos de apoio e de músicos, e dançarinos, todos qualificados para desenvolver espetáculos que aliam as tradições gauchescas a outros ritmos brasileiros.

Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC)

Localizada na rua Cel. Meza, 322, a SMEC tem por objetivo desenvolver atividades que visam o desenvolvimento educacional, cultural e intelectual das crianças e jovens lavrenses, além de gerir a educação e a cultura municipais. Projetos educacionais, festas, quermesses, e os mais diversos eventos culturais são realizados pelo órgão.

Principais projetos realizados pela SMEC
(links do site da Prefeitura Municipal de Lavras do Sul):

Projeto Lanche Legal

Feira do Livro 2007

I Lavras em Verso e Canto (2007)

Educação Inclusiva e Especial

Quermesse Municipal (30/06/2007)

© 2018 - Murilo de Carvalho Góes